sexta-feira, 21 de junho de 2013

A vida é bela, mas pode ser linda!

Cuide para que tuas palavras sejam melhores que teu silêncio”. Essa frase mexe muito comigo e uma situação que vivi essa semana me fez pensar muito sobre ela. Escutar o que não se espera pode ser muito surpreendente ou muito doloroso. O momento pode não importar ou pode ser CRUCIAL. Pode ser qualquer pessoa ou AQUELA pessoa. A mensagem pode passar despercebida ou pode MUDAR uma vida.

Comecei a pensar qual seria o tamanho de nossa responsabilidade quanto a sermos meros ouvintes ou falantes do cotidiano. Quantas vezes eu cumpro o que eu digo e aproveito minhas palavras para oferecer algo construtivo e positivo a alguém? Será que minhas palavras deixam marcas? Uma simples conversa de corredor pode fazer a diferença? Um simpático bom dia pode de fato melhorar o dia de alguém? Quando pensamos nessas coisas, achamos que é natural do ser humano ser gentil, carinhoso e que, por isso, nós somos assim também. Mas será que somos mesmo? Colocar em prática palavras bonitas pode ser bem mais difícil do que a gente pensa...

Ser mais atento e responsável com nossas palavras é uma ótima maneira de começar a deixar boas marcas no mundo. Prestemos mais atenção quando formos ouvidos, que tenhamos consciência e coragem suficiente para aproveitar ao máximo essa oportunidade. Imaginemos que podemos (e queremos) ser lembrados por ter sempre algo a dizer que seja positivo na vida de alguém. O mundo já está repleto de coisas negativas, tristes e violentas. Qual seria nossa utilidade se nos tornássemos agentes de contribuição com isso tudo?

A mudança parte de cada um para atingirmos o conjunto todo. Construímos o mundo que imaginamos ser o melhor mundo a partir de nossos atos. Para terminar, eu poderia citar vários compositores com frases memoráveis, mas algo me diz que devo terminar da mesma maneira que comecei... Então vamos começar hoje família? “Cuide para que tuas palavras sejam melhores que teu silêncio”.

Guilherme Costa
Voluntário [hi]School