quarta-feira, 21 de novembro de 2012

“Aquele que tem caridade no coração tem sempre qualquer coisa para dar”


É exatamente assim que ela pensa. Marina Pontes, 20, estudante de Publicidade, é voluntária do projeto social [hi] School há seis meses e sente que precisa dividir com outros jovens os valores que lhe foram passados por sua família. A jovem, que poderia usar seu tempo para fazer outras coisas, diz que prefere ajudar no projeto. “Eu sempre gostei de trabalhar como voluntária. Já faço isso há alguns anos e sempre gostei de ajudar o próximo. No [hi] School tenho a oportunidade de estar com pessoas da minha idade e trocar experiências com elas”, disse.

O voluntariado é o conjunto de ações de interesse social e comunitário, onde toda a atividade desempenhada é revertida em favor do serviço e do trabalho prestado. É feito sem recebimento de qualquer remuneração ou lucro. Hoje é considerada uma profissão de prestígio, visto que o voluntário ajuda quem precisa, contribuindo para um mundo mais justo e mais solidário.

O trabalho voluntário é exercido de forma séria e, muitas vezes, necessita de especialização e profissionalismo e isso o [hi] School oferece aos seus voluntários. As palestras que são oferecidas pelo projeto são ministradas por seus mais de 60 universitários que doam tempo a ajudar outros jovens e em troca recebem cursos e treinamentos de alto padrão.
 
Pedro Manzur, 22, estudante de Administração, está no projeto há dois anos e afirma que o retorno dos alunos é gratificante. Para ele, a experiência de poder participar do projeto é única. “Eles no procuram depois para agradecer a experiência que tiveram e isso para nós não tem preço”, revelou.

 
Dia Internacional do Voluntário
 
No dia 5 de dezembro é comemorado o Dia Internacional do Voluntário.  E nada melhor do que festejar o dia homenageando aqueles que ajudam a construir um mundo diferente. Por isso, a Trilha realizará nesse dia a entrega do Prêmio SER. “Os voluntários do projeto [hi] School serão premiados em nove categorias diferentes, reconhecendo o trabalho de todos durante o ano”, explica Pedro Manzur. São sete indicados escolhidos pela equipe Trilha em cada categoria, e são os próprios voluntários que votam e elegem os vencedores. “Essa é uma tradição que estamos criando e que começou ano passado” conta.

As categorias são: motivação, oratória, presença, voluntário do ano, suporte, mãos à obra, fotografia, autodesenvolvimento e veterano. “Temos critérios definidos para a escolha dos indicados em cada categoria”, explica o jovem. Na premiação também são apresentados os resultados do ano, fotos e vídeos dos próprios voluntários. A festa acontecerá no dia 5 de dezembro, às 19h, no salão social da Asbac.
O Dia Internacional do Voluntariado foi instituído em 1985 pela Assembleia Geral das Nações Unidas para estimular cada vez mais pessoas a realizarem trabalhos em prol do desenvolvimento econômico e social. O voluntariado cresce a cada dia. Somente no Brasil são mais de 25 milhões de voluntários, segundo dados do programa de Voluntários das Nações Unidas. No mundo são 140 milhões de pessoas engajadas em algum projeto social.